Spread the love

Passada a fama de mau, o ovo ganhou espaço quase diário nos cardápios pró-músculos. Virou figurinha fácil também nas dietas de perda de peso, especialmente no café da manhã – vários estudos mostram que, ao incluir nessa refeição uma proteína de alta qualidade (nutriente encontrado especialmente na clara), você controla melhor a fome e as calorias ao longo do dia.

Dá para repetir a dose no almoço ou no jantar – sem risco à saúde. “Está comprovado que o colesterol, gordura presente exclusivamente na gema, não interfere no colesterol produzido naturalmente pelo nosso organismo”, diz a nutricionista Lia Buschinelli, da ML Pensando Saúde, em São Paulo.

Leia mais: Ovo: conheça 5 poderes desse superalimento

O estudo mais recente sobre o assunto, da San Diego State University, nos Estados Unidos, aponta ainda que sua omelete é capaz de reduzir a resistência à insulina e o risco de diabetes quando combinada à prática de exercícios. Esses efeitos positivos foram observados em pessoas entre 18 e 35 anos que comeram dois ovos, durante 12 semanas, antes de malhar.

Leia também: 13 receitas proteicas para o café da manhã que não incluem ovo

Só de pensar na ideia, você imagina que vai enjoar rapidinho? Aprenda a variar o modo de preparo. A nutricionista Lia e a chef Paula Camara, também da ML Pensando Saúde, e a nutricionista Samantha Macedo, da Equilibrium Consultoria em Saúde e Nutrição, em São Paulo, ensinam quatro receitas práticas e gostosas em que esse ingrediente é a estrela principal.

Ovo poché com abacate

Clique na foto para acessar a receita

Alamy/Latinstock

 

Veja também

  • SaúdeOvo: conheça 5 poderes desse superalimento11 mar 2017 – 07h03
  • DietaDieta Budista: novo livro aponta benefícios do jejum intermitente24 jan 2017 – 18h01
  • Dieta13 receitas proteicas para o café da manhã que não incluem ovo16 jan 2017 – 14h01
  • FitnessComo foi aprender hip hop com os bailarinos de Justin Bieber3 abr 2017 – 18h04

Powered by WPeMatico